You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.

Lord Norman Foster

Revista Arquitetura Entrevistas | 12 Mai 2017

O ARQUITETO DO MUNDO

 

Norman Robert Foster. É ele o homem por detrás de um dos maiores e melhores escritórios de arquitetura do mundo – a Foster + Partners. Lord Foster nasceu em 1935 em Stockport, Inglaterra, e é hoje, aos 81 anos, uma lenda viva da arquitetura mundial. Pritzker em 1999, o arquiteto inglês é reconhecido pelo seu estilo ousado e pela preocupação em melhorar, através das suas obras, a vida humana. Com uma rede de escritórios que "abrange os seis continentes", a Foster + Partners, sediada em Londres, tem-se distinguido ao longo das últimas quatro décadas pela arquitetura sustentável dos seus projetos. Infraestruturas públicas, edifícios cívicos e culturais, projetos particulares, aeroportos e design de produto – já perdemos a conta aos projetos assinados pela Foster + Partners. Millennium Tower (Tóquio, 1989), City Hall (Londres, 1998-2002), Marseille Vieux Port (Marselha, 2011-2013), ou o Aeroporto Internacional da Cidade do México (em colaboração com FR-EE e NACO, vencedor de um concurso internacional em 2014), integram o extenso portefólio do gabinete e transmitem, como todos os outros, a “paixão coletiva pela excelência e inovação”.

 

Como começa um "dia normal" na Foster + Partners?

Como viajo muito em trabalho, quando estou no escritório os dias são passados em constantes reuniões e na revisão do design dos projetos com os meus colegas. A energia criativa no escritório é contagiante, alimentando, assim, a nossa paixão coletiva pela excelência e inovação.

 

Qual é a sua filosofia criativa?

A minha filosofia é essencialmente voltada para o ser humano – uma crença de que a qualidade do design afeta igualmente a qualidade das nossas vidas e a procura da performance, da sustentabilidade e da beleza.

 

Existe algum conjunto de regras que sigam sempre que iniciam um novo projeto?

Todos os projetos são diferentes e exigem uma resposta única, no entanto, a nossa abordagem baseia-se sempre na pesquisa. Quando começamos um novo projeto dedicamos muito tempo a uma análise profunda, auscultando as várias pessoas que irão vivenciar a nossa obra, percebendo as suas necessidades. À medida que o projeto avança, muitas das nossas ideias de design são testadas, rejeitadas e melhoradas. Através deste processo, podemos criar um projeto que terá uma maior relevância no seu contexto. Muitas vezes, há importantes lições apreendidas com as tradições locais, nomeadamente quando tratamos de sustentabilidade e uso de recursos. Acreditamos também numa abordagem colaborativa entre as diferentes disciplinas lideradas pelo design.
(...)

Publicado na ROOF 8

 


Apple Campus ©Foster + Partners


Foster Office ©Nigel Young / Foster + Partners

Reichstag, New German Parliament ©Reinhard Gorner

Reichstag, New German Parliament ©Rudi Meisel

Reichstag, New German Parliament ©Nigel Young / Foster + Partners


Hearst Building ©Chuck Choi

Millau Viaduct ©Daniel Jamme/Eiffage

Buenos Aires Ciudad Casa de Gobierno ©Nigel Young / Foster + Partners


Lord Norman Foster ©Vogue_Manolo Yllera

 

Texto: Isadora Faustino
Fotos: Foster + Partners

Foster + Partners

Para ler o artigo completo assine a ROOF - An IN & OUT Magazine na versão em papel ou digital

Subscrever a Revista

Relacionados

Bjarke Ingels

Revista Arquitetura Entrevistas

Barozzi / Veiga

Revista Arquitetura Entrevistas

Saraiva + Associados

Revista Arquitetura Entrevistas

#Siga-nos no Instagram @roofmagazine